Category Archives: Smith Wigglesworth

Cartas de Cristo – Manifestando Sua Glória

Essa manhã, desejo ler para vocês 2 Co. 3 –

Começamos, porventura, outra vez a recomen­dar-nos a nós mesmos? Ou temos necessidade, como alguns, de cartas de recomendação para vós outros ou de vós? Vós sois a nossa carta, escrita em nosso coração, conhecida e lida por todos os homens, estando já manifestos como carta de Cristo, produzida pelo nosso minis­tério, escrita não com tinta, mas pelo Espírito do Deus vivente, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de carne, isto é, nos corações. E é por intermédio de Cristo que temos tal confiança em Deus; não que, por nós mes­mos, sejamos capazes de pensar alguma coisa, como se partisse de nós; pelo contrário, a nos­sa suficiência vem de Deus, o qual nos habilitou para sermos ministros de uma nova alian­ça, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica. E, se o mi­nistério da morte, gravado com letras em pe­dras, se revestiu de glória, a ponto de os filhos de Israel não poderem fitar a face de Moisés, por causa da glória do seu rosto, ainda que desvanecente, como não será de maior glória o ministério do Espírito! Porque, se o ministé­rio da condenação foi glória, em muito maior proporção será glorioso o ministério da justi­ça. Porquanto, na verdade, o que, outrora, foi glorificado, neste respeito, já não resplandece, diante da atual sobreexcelente glória. Porque, se o que se desvanecia teve sua glória, muito mais glória tem o que é permanente. Tendo, pois, tal esperança, servimo-nos de muita ou­sadia no falar. E não somos como Moisés, que punha véu sobre a face, para que os filhos de Israel não atentassem na terminação do que se desvanecia. Mas os sentidos deles se embota­ram. Pois até ao dia de hoje, quando fazem a leitura da antiga aliança, o mesmo véu per­manece, não lhes sendo revelado que, em Cris­to, é removido. Mas até hoje, quando é lido Moisés, o véu está posto sobre o coração de­les. Quando, porém, algum deles se converte ao Senhor, o véu lhe é retirado. Ora, o Se­nhor é o Espírito; e, onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade. E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por es­pelho, a glória do Senhor, somos transforma­dos, de glória em glória, na Sua própria ima­gem, como pelo Senhor, o Espírito.

Salvação Total

Muitas pessoas dizem que o quinto capítu­lo de Mateus se refere à época do Apocalipse, e que, por isso, elas não podem colocá-lo em prática hoje em dia. Por conseguinte, elas evi­tam este capítulo sem investigá-lo com cuida­do. Porém, para o adulto espiritual, encontra-se algo de celestial na verdade dessa passa­gem. Os cristãos maduros podem chegar ao nível de não ter comunhão com as trevas e de não serem conhecidos pelo mundo.

Apóstolo da Fé

Aventure-se ao Impossível!

Notas:  Preleção feita em 1935

Dons Espirituais

I Co. 12:1-12 – Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes.

Vós bem sabeis que éreis gentios, levados aos ídolos mudos, conforme éreis guiados.