Biografia

(1813-1843)

Robert Murray M’Cheyne é amplamente considerado como um dos homens mais semelhantes a Cristo que já viveu na Escócia.

Ele nasceu em Edimburgo e foi educado na Universidade de Edimburgo, onde ganhou honras em idiomas e prêmios em poesia, música e desenho.

Sua conversão e chamado ao ministério seguiram a morte de seu piedoso irmão mais novo, David, que tinha orado durante muito tempo por Robert.

Ele estudou para o ministério da Igreja da Escócia em Edimburgo sob os cuidados do famoso teólogo Thomas Chalmers. Durante esse período do século dezenove, um despertamento evangélico varria a Igreja da Escócia, finalmente culminando no Rompimento, que viu quase metade da membresia deixar a Igreja Estabelecida para encontrar a mais evangélica Igreja Livre da Escócia em 1843, o ano da morte de M’Cheyne. O ministério de M’Cheyne foi parte desse movimento eclesiástico nacional.

Em 1835 ele foi um ministro assistente nas paróquias de Larbert e Dunipace, perto de Stirling.

Em 1836 ele foi chamado para a Igreja de São Pedro, em Dundee, que tinha uns quatrocentos membros. Seu ministério ali foi marcado por profunda santidade pessoal, oração, compaixão pela salvação dos perdidos, poderosa pregação evangélica e aconselhamento incansável.

Em 1839 ele gastou seis meses na Palestina, explorando uma possível obra missionária entre os judeus.

Um reavivamento irrompeu em sua congregação durante sua ausência. Ao regressar, ele ficou impressionado com essa obra, a qual em pouco tempo se espalhou por todo o país, resultando na conversão de milhares.

Ele morreu aos 29 anos de idade. Sua biografia retém sua contínua popularidade.

Bibliografia: M’Cheyne, The Believer’s Joy; A. A. Bonar, Memoir and Remains of the Rev. Robert Murray M’Cheyne; Sermons of Robert Murray M’Cheyne.

Traduzido por: Felipe Neto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
20 − 11 =