Os repentes de Deus

At. 16:20-26- “Estes homens, sendo judeus, perturbaram a nossa cidade. E nos expõem costumes que nos não é lícito receber nem praticar, visto que somos romanos. E, havendo-lhes dado muitos açoites, os lançaram na prisão, mandando ao carcereiro que os guardasse com segurança. O qual tendo recebido tal ordem, os lançou no cárcere interior e lhes segurou os pés no tronco.

Perto da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam hinos a Deus, e os outros presos os escutavam.

“E, de repente, sobreveio um tão grande terremoto, que os alicerces do cárcere se moveram, e logo se abriram todas as portas, e foram soltas as prisões de todos.”

Esta passagem nos mostra o que aconteceu após a oração de duas pessoas – Paulo e Silas. Eles sempre permaneciam em oração, independente da situação pela qual estivessem passando.

Os romanos, falaram que eles estavam “perturbando” a cidade. Que evangelho poderoso este!

Dois homens “sacudiram” a cidade enquanto os religiosos falavam que não podiam seguir o que eles estavam pregando.

À medida que o evangelho cresce, infelizmente há uma conformidade que se instala no meio do povo de Deus. Paulo e Silas pregavam o poder da palavra de Deus exatamente como ela é. Hoje, muitos falam sobre Jesus, porém não vivem seus ensinamentos. O que muda um ser humano é a palavra de Deus, que é imutável.

Tem pessoas que não se perturbam mais com o pecado. Aprenderam a conviver com a palavra de Deus e o pecado ao invés de viverem os princípios de Deus. Princípios estes que tiram o jugo do pecado e quebram tudo o que vem contrário a palavra de Deus.

A Igreja não pode mais ser conivente com o sistema de hoje em dia. Deus tem compromisso com sua palavra e quem tem aliança com Deus, tem aliança com a palavra D´Ele também.

I Jo. 4:4- “Porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo”

As pessoas têm fome de Jesus e elas precisam se alimentar de uma palavra de poder, e quem tem esta palavra viva é a Igreja de Deus. É tempo de abrirmos a boca.

Paulo e Silas estavam presos, com as costas doendo e você pensa que o diálogo deles foi assim?

–          Puxa Paulo, você me colocou na maior furada, heim!

–          Que isso Silas. Nós estávamos pregando o evangelho. Se eu soubesse que a gente ia ser preso eu não teria feito isso não!

–          Pois é, agora quero ver se agente morrer…

–          Pois é, mas quem sabe a gente até vai pro céu?

–          Ah Paulo, se eu pudesse me livrar destas correntes agora eu te arrebentava. NÃO!

Esses homens passaram por grandes dificuldades. Eles não estavam em pecado, mas passaram por momentos ruins. Pregando uma palavra de poder. Hoje há muito crente que quando dá uma topada no pé fica logo reclamando, acha que Deus não o ama mais. Quer ficar de birra com Deus.

Muitas vezes nos convertemos e fazemos um “acordo” com o diabo:

– Olha, eu não te incomodo e você também não me incomoda, tá ?

Minha mãe orou para que eu me convertesse por 15 anos. Até que chegou aquele dia que a glória de Deus me alcançou e Deus arrancou meus vícios. Eu creio que nesta virada de milênio, pessoas serão curadas e libertas rapidamente, pelo poder de Deus.

Deus precisa de homens e mulheres que creiam que falem que manifestem Seu poder, que queiram dar todas as suas forças para Ele. Deus quer nos usar.

É tempo de falar, de proclamar as verdades de Deus.

Paulo e Silas oravam e cantavam. Eles não estavam chorando, gritando, se lamentando, gemendo… Todos nós passamos por momentos difíceis, “meias-noites”,  tempos de escuridão, mas Deus está conosco mesmo no vale da sombra da morte. O diabo pode tentar no meio das situações difíceis nos tornar infrutíferos, as pressões podem se levantar mas nós permaneceremos de pé orando e louvando ao Senhor, como Paulo e Silas. Nada pode tirar o louvor dos nossos lábios.

Satanás se levanta para nos pressionar com enganos, com dúvidas, com medo. Não importa em qual situação você se encontra, ore, ore, ore , louve ao Senhor.

O poder da oração é incrível! Quando colocamos nossa lógica em ação nada funciona, porém quando colocamos nossa fé em ação, Deus move porque Ele é poderoso!

Nós não passamos em nossas vidas, um terço do que Paulo e Silas passaram. Eles não se calaram, louvaram, declararam as maravilhas que Deus poderia fazer. Precisamos Ter ousadia para falar e declarar o poder de Deus no meio das tribulações.

Imaginem este diálogo entre eles:

–          Ui Silas, como estas chicotadas estão ardendo, né!

–          É Paulo… Assim até dá para imaginar pelo que Jesus passou. Pra nós é um privilégio apanhar pelo nome de Jesus.

–          É verdade. Será que nós vamos morrer?

–          O que importa é que se isso acontecer nós vamos estar junto com nosso mestre.

–          Aleluia! Vamos orar pelos outros presos também!

–          Bendito seja o teu nome SENHOR, porque nossas vidas extrapolam essa vida.

–          Bendito seja o Senhor porque fomos açoitados pelo Teu nome. Opera nestas celas, abençoa todos os prisioneiros, toca suas vidas, suas casas, que eles possam se arrepender dos seus pecados e serem salvos.

Essa deve ter sido uma oração de fogo, de poder, não uma oração de reclamação. E os prisioneiros, não mandaram eles se calarem, mas ficaram ouvindo.

“De repente” sobreveio tamanho terremoto… Foi um terremoto direcionado, para arrebentar as prisões de Paulo e Silas. Hoje Deus pode mandar um terremoto do tamanho que você precisa para te libertar.

At. 2:2 – “De repente, veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados”

Jesus quando subiu aos céus falou a 500 pessoas para esperar em Jerusalém, apenas 120 obedeceram, 380 não aceitaram o que Ele falou, desanimaram, esqueceram das promessas do seu Senhor. 120 ficaram crendo, esperando.

Avivamento vem para quem espera. É preciso ter expectativa. Não importa o que você está passando. De repente Deus chega e faz um milagre. Os “de repentes” de Deus só chegam a nós quando esperamos, confiamos, oramos e estamos de pé.

Jesus na cruz ficou sozinho, todos os discípulos foram embora e lá Ele reclinou sua cabeça. Muitos neste momento reconheceram que ele era o Filho de Deus. Os discípulos desanimaram, mas a promessa de Deus era real. “De repente” Jesus ressurgiu.

O mesmo espírito que ressuscitou a Jesus habita dentro de nós. Este é o dia em que o favor de Deus pode vir à tua vida. Não importa tua situação Ele pode agir em teu favor, Ele tem prazer em responder tuas orações. Não desanime, vá em frente!

Por Marco Antônio Peixoto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
6 × 26 =