Tag Archives: avivamento & unção

Por que morrem os avivamentos

Avivamentos espirituais vêm ocorrendo ao longo da existência da igreja nesses dois mil anos, desde o primeiro e grande derramamento do Espírito Santo no dia de Pentecostes sobre os 120 discípulos que oravam no cenáculo, até a mais recente reunião de oração realizada em alguma igreja ontem, em alguma parte do Brasil e do mundo.

Mensagem de Donald Gee

Em 1929 Donald Gee, famoso teólogo e líder da igreja na Inglaterra advertiu os líderes das Assembleias de Deus de que eles enfrentariam, três tentações que poriam em risco o jovem movimento pentecostal. Sua fala se deu na conferência bienal do Concílio das Assembleias de Deus na cidade de Whichita, Kansas. Donald Gee alertou que os que são cheios do Espírito Santo “são alvos diretos do diabo” e apresentou três áreas prioritárias em que Satanás tentaria os crentes pentecostais, as igrejas e os movimentos, conforme a tentação de Jesus relatada em Mateus 4.1-11.

Uma igreja governada por crianças e mulheres

A igreja brasileira está em crise. Excetuando-se aqui e ali um grupo denominacional ou outro a igreja se parece com a narrativa de Isaías 3: “Os opressores do meu povo são crianças, e mulheres estão à testa de seu governo. Oh! Povo meu! Os que te guiam te enganam e destroem o caminho por onde deves seguir” (Is 3.12).

Por que não mais choramos por um avivamento?

“Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão” (Sl 126.5).

O verdadeiro homem de Deus é aquele que sente dores em seu coração, que se incomoda ao ver o mundanismo, a corrupção e a tolerância ao pecado da igreja, bem como a falta de oração do povo de Deus. O homem de Deus se incomoda ao ver que a oração corporativa da igreja não mais arrebenta as portas do inferno. Incomoda-se ao ver que os mais antigos membros da igreja não mais choram desesperadamente nem intercedem a favor de uma sociedade que se perde no lamaçal do pecado. “Por que motivo não pudemos nós expulsá-lo?” (Mt 17.19).

Pluralidade da Fé

Sempre me perguntei o que queria Jesus dizer ao afirmar: “Contudo, quando vier o Filho do Homem, achará, porventura, fé na terra?” (Lc 18.8). Hoje quando reflito sobre a igreja, seu testemunho no mundo e sua mensagem, não tenho dúvidas de que Jesus estava apontando para nossos dias.

Por Que Tarda O Avivamento?

Harnack definiu o cristianismo como “algo muito simples e muito sublime: viver no tempo e na eternidade sob o olhar de Deus, e com a ajuda dele”.

Ah, se os crentes pudessem estar cônscios da eternidade! Ah, se pudéssemos viver cada momento sob o olhar de Deus, se pudéssemos viver tendo sempre em mente o juízo final, e vender tudo que vendemos tendo em mente o juízo final, e fazer todas as nossas orações, dar o dízimo de tudo que possuímos, tendo em mente o juízo final; e se nós pregadores preparássemos nossas mensagens com um olho voltado para a humanidade perdida e outro para o trono do juízo final, então experimentaríamos um avivamento operado pelo Espírito Santo que abalaria esta terra, e que em pouco tempo salvaria milhões e milhões de vidas preciosas.

Os jardins de Satã

Faz tempo que não ouço uma pregação bíblica tratando de arrependimento de obras mortas, necessidade de confissão de pecados; necessidade de salvação, da existência de céu e inferno; de galardão e condenação eterna.
Observo que a partir do ano 2000 começou um esvaziamento da verdadeira pregação bíblica em detrimento de temas que agradam os ouvintes em suas necessidades diárias, como vencer as dificuldades da vida; resolver problemas da família e mensagens de prosperidade através da fé e de Jesus Cristo.

A Responsabilidade pelo Reavivamento

Tanto quanto posso relembrar, o meu coração se incendiava em meu peito cada vez que eu ouvia ou lia narrativas sobre a poderosa atuação de Deus nos grandes avivamentos do passado. Os heróicos missionários da cruz, em terras estrangeiras, ou os solitários homens de Deus, no campo nacional, em torno dos quais se centralizaram aquelas graciosas visitações do alto, sempre foram um motivo de indizível inspiração em minha vida. David Brainerd, Adoniran Judson, Charles G. Finney, Robert Murray MacCheyne – esses e muitos outros têm sido meus companheiros e amigos diletos.

A Urgente Necessidade de Avivamento Hoje em Dia

E quando entrou em casa, os seus discípulos lhe perguntaram à parte; por que o não pudemos nós expulsar? E disse-lhes: esta casta não pode sair com coisa alguma, a não ser com oração e jejum (Marcos 9:28-29).

O homem que Deus usa

Tenho procurado conhecer as qualidades necessárias ao homem que Deus usa no serviço cristão e, até agora, tenho descoberto que há oito pontos essenciais. No entanto, estou absolutamente convencido de que qualquer homem que esteja disposto a pagar o preço pode ser usado por Deus, apesar da riqueza ou pobreza dos seus talentos e dons. Não talvez na medida de algumas outras pessoas, mas certamen­te na medida de sua capacidade, e se alguém não for usado a culpa é dele mesmo.

error: Conteúdo protegido.